Ecobags Curitiba

Compre agora sua Ecobag! monte a sua.

Material
Lona 100% algodão em diversas gramaturas e cores, o material padrão é o 230g/m² na cor crua, em caso de outras gramaturas e cores consulte a disponibilidade.

Impressão
As Ecobags podem ser personalizadas, a forma de impressão que usamos é a Serigrafia (Silk Screen) ou Bordado.

Costura
A sacola é costurada com a maquina Interlock que faz um ótimo acabamento e ao mesmo tempo passa uma costura reta proporcionando maior resistencia ao produto. A maquina reta é usada por ultimo no acabamento da barra e ficxação das alças.

Acabamento
As Ecobags da iBags possuem ótimo acabamento podendo ser comercializadas com tranquilidade, além do ótimo acabamento os modelos mais simples suportam até 10kg (não coloque objetos pontiagudos).

Arte para Impressão ou Bordado
Se a sacola for personalizada o cliente deve mandar a arte vetorizada pronta para impressão ou bordado. O arquivo deve ser enviado no formato .CDR (CorelDRAW) outros formatos são .PDF, .PSD e .AI.

*A iBags fará o possível para cobrir todo orçamento de qualquer empresa do Brasil, desde que o comprador comprove os valores tendo o orçamento em mãos.

O que são as Ecobags?

As Ecobags são sacolas ecológicas retornáveis, normalmente feitas de tecidos naturais. Elas substituem as sacolas plásticas que utilizamos em nosso dia a dia, ao invés de utilizarmos várias sacolinhas plásticas, em cada compra que realizamos, passamos a utilizar as Ecobags que podem ser usadas várias vezes durante dias, meses ou até anos.

Utilizando as Ecobags vamos diminuir o consumo desnecessário de plástico, evitando o acúmulo de lixo e ajudando o meio ambiente.

Quando surgiram as Ecobags?

Não se sabe ao certo, quando e nem onde surgiram as Ecobags, já fazem centenas de anos que o ser humano vem inventando modelos de sacolas com diversos materiais.

Na época de nossos avós as mulheres costumavam confeccionar suas próprias sacolas de tecido, para serem usadas nas feiras. Sacolas muito parecidas com as chamadas Ecobags que temos hoje.

Quando o plástico chegou, tudo ficou mais simples e não havia mais motivos para produzir suas sacolas de tecido. O plástico tomou conta do mercado.

O plástico nos tempos de hoje.

O uso do plástico está em alta e quase tudo que compramos, com ele é embalado. Usamos exageradamente sacolas plásticas, sem saber o mal que “alimentamos”.

Das sacolas que pegamos nos supermercados, metades utilizam para por lixo e o restante se perde pelo caminho.

O plástico e suas consequências.

Com o uso descontrolado do plástico, o acúmulo de lixo aumenta e muitas das sacolinhas plásticas ficam nas ruas até entupir os bueiros, colaborando diretamente com enchentes, são levadas pelo vento até as matas e rios, chegando ao mar.

Além de deixar nossa cidade cada vez mais suja, o lixo jogado na natureza afeta os animais que por engano acabam engolindo ou se enroscando, muitas vezes levando-os à morte.

Todo esse acúmulo de lixo contribui diretamente para o aquecimento global.

Ecobags, a Solução.

Agora não tem mais jeito, existe muito plástico jogado em nosso planeta, que vão demorar milhares de anos para se decompor. A única alternativa é produzir menos lixo.

Faz-se necessário recorrer à antiga sacola de tecido que antigamente não tinha muito valor, mas atualmente é a solução para um grande problema, antes eram apenas “figurantes” e hoje são “protagonistas”.

Pode parecer que o mundo está dando um passo para trás, é como deixarmos de usar carros e voltarmos a usar bicicletas. Mas não é isso que está acontecendo? Muitas vezes temos que deixar o que é confortável e usarmos o que é mais consciente, para preservarmos a única coisa que temos e que ainda não nos é cobrado.

Conclusão

De certa forma ainda somos dependentes do plástico, mas a tecnologia vai aumentando e pouco a pouco nos desligaremos dele.

Para o problema das sacolas, já temos a solução, basta mudar nossos hábitos.

As Ecobags vieram para fazer a diferença e a iBags já faz a parte dela trabalhando para levar às pessoas Sacolas de qualidade e garantindo o amanhã de todos.